quinta-feira, 14 de junho de 2012

Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação




A INTERCOM tem como objetivo geral a promoção de estudos avançados da comunicação em âmbito interdisciplinar com organismos congêneres, em nível regional, nacional e mundial. Contribui para a reflexão pluralista sobre os problemas emergentes da comunicação e a formação de modelos de análise para a sociedade e a cultura brasileira.


O aperfeiçoamento das instituições democráticas promove e difundi a liberdade de expressão e pensamento, assim como o livre exercício da comunicação facilita seu acesso à Ciência, à Tecnologia e à Cultura. A promoção da cultura nacional e regional estimula a preservação dos valores inerentes e o desenvolvimento da produção científica, artística, informativa e educativa do nosso País.



"A Intercom é uma instituição sem fins lucrativos, fundada em 1977, em São Paulo, e reconhecida como o evento de maior prestígio da América Latina na área da Comunicação. Seu objetivo é aproximar a produção científica de autores, profissionais e estudantes da área."


Fonte: Globo Universidade

A Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação, completa 35 anos de existência em 12 de dezembro de 2012.


Presidente de Honra e fundador da INTERCOM
José Marques de Melo





                             Atual Presidente da INTERCOM 
Antonio  Hohlfeldt 
                                            






O XIV Congresso de Ciências da Comunicação (Intercom) na Região Centro-Oeste foi realizado entre os dias 7 e 9 de junho de 2012, na Universidade Federal do Mato Grosso do Sul (UFMS), na cidade de Campo Grande conhecida também como cidade morena.
Vídeo institucional UFMS



Seguindo a temática central deste ano, “Esportes na Idade Mídia –diversão, informação e educação”, a Intercom teve o apoio do Globo Universidade. Professores e profissionais da Comunicação, como Afonso Garschagen e Alex Escobar, do Globo Esporte no Rio de Janeiro; Andersen Navarro, responsável pelo departamento de esportes da TV Centro América; e Paulo Evaristo, editor de esportes da TV Morena debateram sobre as questões mais atuais da relação entre Esporte e Mídia e a importância do jornalismo esportivo como forma de representação social e cultural.


O evento trouxe atividades variadas na área da comunicação, como conferências, mesas-redondas, palestras, exposição de trabalhos científicos, apresentações culturais, minicursos, oficinas e premiações. Esses profissionais compartilham suas técnicas, experiências e deixam suas marcas por onde passam.


Sato - Assessoria de Imprensa
Minicurso - Intercom


A assessoria de imprensa é um instrumento dentro do composto de Comunicação desenvolvida para as organizações, parte das atividades da área de comunicação. No Brasil, os profissionais que desempenham a função de Assessoria de Imprensa costumam ter formação em Relações Públicas ou em Jornalismo. Uma Assessoria de Imprensa trabalha para um assessorado, que pode ser um cliente particular ou uma instituição. 

Press releases ou Comunicados de imprensa, ou apenas releases são documentos divulgados por assessorias de imprensa para informar, anunciar, contestar, esclarecer ou responder à mídia sobre algum fato que envolva o assessorado, positivamente ou não. É, na prática, uma declaração pública oficial e documentada do assessorado. Geralmente, releases são usados para anúncios e lançamentos de novidades, que a Assessoria tem interesse em que virem notícia. Um release bem estruturado pode ser um ponto para uma pauta. 

Um Press-kit ou Pacote de imprensa é um pacote de Press release com brindes promocionais, uma amostra/réplica do produto ou o próprio produto, fotos de divulgação, credenciais de imprensa e outros itens que facilitem a cobertura jornalística sobre o que se quer divulgar e estimulem os jornalistas a publicar a intenção do assessorado. 

A Mailing List (literalmente, "lista de correio") ou Mala Direta é uma lista de endereços de destinatários aos quais a Assessoria de Imprensa envia comunicados, notas, credenciais ou brindes com o propósito de incentivar a publicação de determinada informação. 

Em casos que uma declaração, opinião ou anúncio do assessorado seja de interesse para um número significativo de veículos de imprensa ou para a mídia em geral, as assessorias de imprensa convocam entrevistas coletivas, que são eventos nos quais o assessorado (ou um representante institucional) é entrevistado ao mesmo tempo por vários órgãos de imprensa e veículos de mídia. 

Em certas ocasiões, uma Assessoria de Imprensa atua como produção de eventos, atividade que não é sua, de origem. Festas, coquetéis, cerimônias, seminários, oficinas, palestras, entre outros, são eventos que podem ser úteis à Assessoria para divulgar novidades ou atividades do assessorado. O público destes eventos pode ser tanto externo quanto interno, e eles devem contar com a presença de agentes da mídia (jornalistas, editores, fotógrafos, publicistas) para que sejam bem-sucedidos.



http://www.satocomunicacao.com.br/home/


E-mail:
contato@satocomunicacao.com.br

Fabiane Sato

Telefone:
(67) 3029-0113
(67) 3042-0112

Endereço:
Rua Uberlândia, 195. Bairro: Itanhangá Park Campo Grande - MS




Assessoria de comunicação para profissionais liberais
Minicurso - Intercom

Simone Antoniaci Tuzzo é Paulista, Doutora em Comunicação e Cultura pela Universidade Federal do Rio de Janeiro – UFRJ, Mestre e Graduada em Comunicação pela Universidade Metodista de São Paulo – UMESP. Professora Efetiva do Programa de Pós-Graduação em Comunicação da Universidade Federal de Goiás – UFG. Líder dos Grupos de Pesquisa Mídia, Imagem e Cidadania da UFG e Sociedade Midiática em Goiás – CNPQ. 




Com o advento de uma indústria midiática criadora e disseminadora de ideologias, os conceitos lógicos são relativizados. Assim, ícones, signos e fetiches de um mundo contemporâneo emergem nas sociedades. O universo da comunicação, na pós-modernidade, descobre uma nova semântica. A relatividade passa a reger a informação. Pode-se observar a dialética entre o subjetivo e o objetivo, entre a razão e a emoção, entre a realidade e a ficção, entre a verdade e a falsidade. O real e o consciente passam a ser domesticados pela mídia. O jornalismo, no contexto pós-moderno, passa a ser estruturado através de uma ética de liberdade capitalista. A Comunicação Social torna-se estetizada, imagética e mercantilizada. Em um processo comunicacional devem existir afinidades entre dois elementos: o conteúdo e o relacionamento, ou seja, as mensagens a serem divulgadas pelo meio de comunicação e que propiciam um repasse informacional precisam estar intimamente ligadas às relações existentes entre o emissor e o receptor, por exemplo, entre a edição de uma revista local e os leitores do veículo.


http://www.sbpcnet.org.br/livro/63ra/conpeex/extensao-cultura/trabalhos-extensao-cultura/extensao-cultura-livia-marques.pdf

Simone Antoniaci Tuzzo
Lívia Marque F. de Figueiredo 


A obra leva em consideração aspectos da fama em uma sociedade que vive a cultura da celebridade e apresenta também uma visão sobre as relações de poder existentes entre o produto midiático e a sociedade, bem como a interação dos indivíduos com a apresentação de sua imagem e de seus produtos na mídia.



















Thais Secco estudante de jornalismo UFMT/CUA ,

e Simone Antoniaci Tuzzo



Não apenas sócios antigos fazem parte da história da Intercom. A energia pulsante dos alunos de graduação de todo o país movimentam os congressos em todas as regiões. 






















Guilherme Pimentel - Jornalismo UFMS






Estudantes e Professores de comunicação Social 

- UFMT/CUA


Obrigada!

4 Comments:

Hélio said...

Bacana suas postagens, dando espaço pra vários acontecimentos da cidade e da universidade! Parabéns!!!

Thais Secco said...

Obrigada Hélio! ;)

Tamara Schiavon said...

Muuuuito bom :) uma das postagens que eu mais gostei!Parabéééns!

Thais Secco said...

Continuarei postando mais novidades!

Postar um comentário